Songtext zu Segue a minha voz


Era a temida tristeza no peito, a chegar.
Era a distinta frieza no rosto e na voz!
Mais de mil olhos vazios a olhar por olhar
E o inquebrável desejo de estarmos sós...

Por isso amor,
Pega-me na mão,
Segue a minha voz...

Dizem que há um dolente cantar de saudade,
Onde os amores proíbidos se escapam na voz;
Perdidos entre os rumores desta velha cidade
Que espera o cio da noite e se esquece de nós...


Por isso amor,
Pega-me na mão,
Segue a minha voz...

Mãos invisíveis suspendem fios entrelaçados
Que nos intuem os passos, e pensamos nós
Sermos os donos da vida e assim, descuidados,
A vida vai-nos gastando, cruel e veloz!

Por isso amor,
Pega-me na mão,
Segue a minha voz...

Gonçalo Salgueiro - Segue a minha voz Songtext

zu Segue a minha voz von Gonçalo Salgueiro - Segue a minha voz Lyrics Gonçalo Salgueiro - Segue a minha voz Letra da Segue a minha voz da Gonçalo Salgueiro - Segue a minha voz Text Segue a minha voz Gonçalo Salgueiro Segue a minha voz texto

Noch keine Übersetzung vorhanden. Musik-Video-Miniaturansicht zu Segue a minha voz Songtext von Gonçalo Salgueiro

Video zum Segue a minha voz


Segue a minha voz Songtext von Gonçalo Salgueiro


Beliebt Neu Songtexte

Beliebt Lyrics

Empfohlen Deutsche Übersetzungen